BLOG

Por que aparecem os hematomas?

13 de Novembro de 2018

Aposto que em algum momento da sua vida, você já teve um hematoma que foi mudando de cor ao longo dos dias. Quer entender por que isso acontece? Confere aqui!

Em um trauma, uma batida forte, vários vasos sanguíneos de menor calibre (capilares) são arrebentados. Isto é normal. Estes vasos são tão finos que mesmo rompidos, eles serão refeitos para continuar a nutrir os tecidos. Porém, por algumas semanas você vai ficar com um bonito hematoma na pele, bem colorido e que muda de cor com o passar do tempo. Mas por que isto acontece?

Primeiro, a cor roxa ou preta de um olho que levou um soco, por exemplo, acontece por causa das hemácias que viajam dentro dos vasos sanguíneos e que extravasam pelos tecidos quando os capilares são rompidos. Fora dos capilares, as hemácias acabam pintando a área machucada com sua cor bem escura.

Por isso, o recomendado para não ter grandes hematomas é colocar uma bolsa de gelo logo depois do acidente. O gelo faz com que os vasos se retraiam, diminuindo o seu tamanho e modificando a quantidade de sangue que passa por eles. Com menos sangue, poucas hemácias vão chegar ao local machucado, deixando os hematomas menos visíveis.

Depois de sair dos vasos sanguíneos, as hemácias não podem ficar ali em meio ao tecido, já que perdem sua função. É neste momento que entra em ação os fagócitos (leucócitos). Eles vão digerir estas células mortas, trabalhando como lixeiros do corpo humano. Desta forma eles deixam a área traumatizada pronta para se renovar.

E é durante o trabalho dos fagócitos que os hematomas começam a mudar de cor. De roxo para verde. Os fagócitos estão degradando a hemoglobina, principal molécula de uma hemácia, em biliverdina. A biliverdina, como você pode reparar pelo nome, é verde e ela é como a molécula de hemoglobina, mas sem o grupo heme (ferro) que é responsável por fazer a ligação com o oxigênio no nosso corpo.

Do verde, o machucado passa para tons alaranjados e amarelos. Isto acontece porque os fagócitos continuam trabalhando e degradando a biliverdina em bilirrubina. Isto acontece de forma muito rápida. A bilirrubina é o que deixa a cor das fezes do jeito que elas são, por exemplo.

Como você deve ter reparado estas moléculas tem um nome bem conhecido: "bili". E deve ser isto mesmo que você está pensando. Todo este processo é integrado com uma importante função do fígado que é destruir as hemácias mortas, já que dentre as células do corpo, elas são um dos tipos que tem uma vida relativamente curta (3 meses). Tudo está integrado pelo Sistema Porta hepático (retorno venoso do sangue) e as excreções deste processo saírão nas fezes.




Confira também

  • Por que uma picada de mosquito coça por tanto tempo?

    LEIA MAIS
  • Atividade física intensa pode estar associada à ELA

    LEIA MAIS
  • A música erudita pode combater doenças

    LEIA MAIS
  • As consequências do consumo excessivo de melatonina

    LEIA MAIS
Total time: 272.04 ms (SQL time: 0.02 ms, overhead time: 87.21 ms), SQL(s): 15 (install mode) GZIPED
INVALID HTML
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing ALT in img tag: img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=254341104760439&ev=PageView&noscript=1"
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: /head came when /link was expected
CFP_HTMLTOOLS: End of file reached while waiting 9 end tags:Array ( [0] => html [1] => head [2] => meta [3] => link [4] => link [5] => link [6] => link [7] => link [8] => link )