BLOG

Por que as aves não têm dentes?

15 de Novembro de 2018

Você já reparou que as aves não têm dentes? De acordo com um estudo recente, as aves perderam os dentes ao longo da evolução para que pudessem acelerar o processo de maturação dos seus ovos. Entenda o processo completo em nosso Blog!

Talvez você não saiba, mas as aves não têm dentes, e elas não estão sozinhas no mundo.... Tamanduás, baleias e tartarugas, também não têm! Mas não foi sempre assim! Se você já estudou filogenia, deve saber que o ancestral comum das aves, que viveu há 116 milhões de anos, tinha dentes, sim! Para entender porque os dentes das aves sumiram, pesquisadores investigaram os genes responsáveis pela formação de dentes dos vertebrados. Eles descobriram que 6 genes são fundamentais para a formação do esmalte dentário (tecido que reveste os dentes) e da dentina (material calcificado embaixo do esmalte).

Após descobrirem isso, uma segunda parte da pesquisa envolveu a busca por mutações que pudessem inativar esses 6 genes no genoma de 48 espécies de aves, que representam quase toda a ordem das aves vivas. Os pesquisadores encontraram uma mutação de genes relacionadas à dentina e ao esmalte, que poderia indicar a perda da capacidade de formar dentes de um ancestral das aves. Mas... Essa mutação aconteceu por acaso ou foi influenciada por algum fator ambiental?

De acordo com o estudo publicado em maio deste ano (2018), as aves perderam os dentes para acelerar o processo de eclosão dos seus ovos. Por exemplo, ovos de dinossauros, que tinham dentes, demoravam vários meses para eclodir. Na aves modernas, sem dentes, os ovos eclodem após alguns dias ou semanas. O processo de desenvolvimento de dentes pode consumir até 60% do tempo da incubação de ovos e faria com que a ave dentada ficasse bastante tempo dentro do ovo.

Estudos anteriores concluíram que as aves perderam os dentes para melhorar seu desempenho no voo, mas isso não explicava porque alguns dinossauros que não voavam também desenvolveram bicos sem dentes semelhantes às aves. Outros estudos mostraram que os bicos seriam melhores para comer as comidas de pássaros. Em contrapartida a isso, os pesquisadores observaram que alguns dinossauros carnívoros, com uma alimentação que era diferente da alimentação das aves, também possuíam bicos e não possuíam dentes, descartando essa hipótese. Para os pesquisadores, a aceleração do processo é uma questão evolutiva que aumenta as chances de sobrevivências do animal. No ovo, o embrião fica vulnerável a predadores e/ou desastres naturais, e uma maturação mais rápida aumenta suas chances de sobrevivência.

Fonte: Phys Org.




Confira também

  • Qual a relação entre as sobrancelhas e a evolução humana?

    LEIA MAIS
  • Um novo fóssil pode recontar a história da migração e evolução humana

    LEIA MAIS
  • Estudo aponta que primeiros europeus eram negros de olhos claros

    LEIA MAIS
  • Aranha com cauda e ave são encontradas em âmbar com mais de 90 milhões de anos

    LEIA MAIS
Total time: 414.21 ms (SQL time: 0.04 ms, overhead time: 128.50 ms), SQL(s): 15 (install mode) GZIPED
INVALID HTML
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing ALT in img tag: img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=254341104760439&ev=PageView&noscript=1"
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: /head came when /link was expected
CFP_HTMLTOOLS: End of file reached while waiting 9 end tags:Array ( [0] => html [1] => head [2] => meta [3] => link [4] => link [5] => link [6] => link [7] => link [8] => link )