BLOG

Qual a função do queixo em humanos?

20 de Novembro de 2018

Você sabia que somente os humanos possuem queixo?  Grandes, pequenos, arredondados, pontudos, os queixos possuem os mais diversos formatos e tamanhos. Para alguns pesquisadores, sua existência tem relação com a alimentação ou até mesmo com a seleção sexual. 

Uns são grandes, outros pequenos, alguns são pontudos, outros têm furinhos. Você sabe do que estamos falando? Sim, do queixo! Mas por que os seres humanos (Homo sapiens) são os únicos animais a possuírem esta proeminência tão singular? Será que ela nos confere alguma vantagem? Por muitos anos, pesquisadores em anatomia e evolução humana tentam desvendar este mistério, e diversas hipóteses puderam ser formuladas. Um artigo publicado na revista Evolutionary Anthropology listou algumas hipóteses e comentou os prós e os contras de cada uma delas. Confira!

mandibula primatas queixo

Apenas os primatas da espécie Homo sapiens possuem essa proeminência na parte inferior da face, que chamamos de queixo. A ciência ainda não desvendou a função desta característica tão humana. Foto: Evolutionary Anthropology.

Adaptação à alimentação

Alguns pesquisadores argumentam que o queixo é uma adaptação óssea que facilita a mastigação de alimentos. Segundo esta hipótese, a mastigação resulta em um enorme estresse nos ossos faciais, e esse estresse seria absorvido pela estrutura do queixo. Porém, por que então outros grandes primatas possuem mandíbulas semelhantes em forma com a nossa, mas sem esta estrutura? Além disso, estudos demonstram que caso necessitássemos de uma estrutura que absorvesse o estresse ósseo causado pela mastigação, essa estrutura deveria localizar-se na parede interna da mandíbula, e não abaixo delas.

Reforço para a fala

Uma segunda teoria formulada para explicar a função de nossos queixos diz que este osso funciona como um reforço para o músculo que forma nossas línguas, e que esta adaptação possui grande importância para o surgimento da fala em humanos. Outros pesquisadores, porém, argumentam que os movimentos da fala não requerem um aparato muscular tão grande. Além disso, assim como na hipótese da alimentação, caso realmente necessitássemos de um osso extra, este seria muito mais útil se localizado mais próximo da nossa língua, e não abaixo dela.

Seleção Sexual

Alguns acreditam que nossos queixos teriam sido selecionados não por uma função imediata, mas sim por seu “sex appeal”, ou seja, teriam sido sexualmente selecionados. Esta hipótese é bastante aceita por alguns especialistas, uma vez que outros animais também apresentam características selecionadas sexualmente, mesmo que estas não apresentem uma função imediata para a espécie. Neste caso, o que traz desconfiança a esta hipótese é o fato de que, na grande maioria das espécies, características sexualmente selecionadas tendem a ser encontradas apenas em um dos sexos, como no caso da flange em orangotangos, que são calosidades faciais encontradas apenas nos machos da espécie.

Apenas orangotangos machos possuem a flange, uma calosidade dérmica facial que foi sexualmente selecionada nesta espécie. Foto: Pixabay.

Sem função

Uma última hipótese é a de que os queixos, afinal, não possuem função alguma. De acordo com esta hipótese, o queixo pode ter aparecido como um subproduto da diminuição da nossa face, em resposta aos alimentos mais macios que surgiram com a descoberta do fogo. Ou ainda, pode simplesmente ter aparecido por mero acaso evolutivo, sem que este tenha sido acompanhado pela adaptação de alguma outra região da nossa face.

De qualquer forma, esta estrutura exclusiva dos humanos continua intrigando pesquisadores de diversos países. Quem sabe esta tenha sido apenas uma pegadinha da evolução, que queria dar risada com as hipóteses mirabolantes que poderíamos formular. Talvez, a resposta para este enigma da evolução seja super simples e esteja na ponta da nossa língua, ou melhor, do nosso queixo!

Fonte: Evolutionary Anthropology.




Confira também

  • Por que as aves não têm dentes?

    LEIA MAIS
  • Qual a relação entre as sobrancelhas e a evolução humana?

    LEIA MAIS
  • Um novo fóssil pode recontar a história da migração e evolução humana

    LEIA MAIS
  • Estudo aponta que primeiros europeus eram negros de olhos claros

    LEIA MAIS
Total time: 410.43 ms (SQL time: 0.03 ms, overhead time: 128.30 ms), SQL(s): 15 (install mode) GZIPED
INVALID HTML
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: Missing ALT in img tag: img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=254341104760439&ev=PageView&noscript=1"
CFP_HTMLTOOLS: Missing type in SCRIPT tag
CFP_HTMLTOOLS: /head came when /link was expected
CFP_HTMLTOOLS: End of file reached while waiting 9 end tags:Array ( [0] => html [1] => head [2] => meta [3] => link [4] => link [5] => link [6] => link [7] => link [8] => link )